APRENDER, DESAPRENDER E REAPRENDER


O contexto da COVID-19 nos impôs a necessidade de desaprender para aprender algo que nem imaginávamos. Adicionado a isso estando em distanciamento social com o imperativo da necessidade do trabalho remoto. Mas, o que aconteceu?


A pandemia veio nos dar uma bela de uma sacudida. Veio nos dar a entender que o mundo havia mudado há tempo e muitos de nós nem haviamos percebido. E agora? Segue a questão: qual o impacto desse novo normal na educação de adultos?

A educação de adultos tem sido uma preocupação renovada na atualidade porque o ambiente corporativo é um lugar de aprendizagem constante só que agora incrementada no modelo online.


A educação corporativa tem demonstrado que os programas educacionais que não levam em conta os princípios e processos que contemplem a forma como os adultos aprendem tem dificuldades de cumprir seu objetivo de disponibilizar recursos e ambiente para que haja uma aprendizagem efetiva.


A Andragogia é um processo de ensino aprendizagem sustentado em concepções de comunicação clara e efetiva, através de um alto nível de consciência e compromisso compartilhado entre professor e aluno considerando que esse processo agora precisará ser online.

O modelo andragógico é pautado em 6 princípios fundamentais.

1) Necessidade de saber

2) O autoconceito do aprendiz

3) O papel das experiências

4) Prontidão para aprender

5) Orientação para a aprendizagem

6) Motivação para aprender

7) Necessidade de saber


A partir do dia 6 de outubro o IDC promove o curso: APRENDER, DESAPRENDER E REAPRENDER compartilhando online o “como se faz” andragogicamente o treinamento de adultos dentro desses princípios na prática.


Com objetivo de oferecer aos participantes a oportunidade de experimentar uma experiência de aprendizagem do método da Andragogia de ensino aprendizagem de adultos.


O curso online é construído dentro da metodologia da Andragogia e seus princípios e processos são atendidos. O aluno vai vivenciar uma experiência de aprendizagem no modelo da Andragogia ao invés de aprender disciplinas isoladas.

Os participantes terão a oportunidade de experimentar, fazer reflexão e dialogar sobre o impacto dos conteúdos e se apropriar das ferramentas para uso em seu contexto de trabalho.

O curso envolverá o uso de tecnologias em três níveis: transmissão pelo Zoom, interatividade e gamificação por aplicativos (Edupulses e Kahoot, p.ex.) e construção compartilhada por plataformas (Miro, Dontpad, JamBoard e Googledocs, p.ex.) de forma síncrona e assíncrona.


Acesse através deste link o cronograma do curso, que já está com inscrições abertas!

© Felipe Zardin 2020